Aborto expontâneo

Definição de Aborto Expontâneo
Em medicina, o aborto expontâneo é definido como a perda acidental do feto antes dos 180 dias de gestação (28 semanas). Para além deste limite fala-se de parto prematuro. Um recém-nascido de 180 dias pode efectivamente sobreviver se for adequadamente assistido.
O aborto expontâneo surge sem intervenção externa, enquanto que a interrupção voluntária da gravidez (IVG) é provocada intencionalmente por meio de fármacos ou de uma pequena intervenção cirúrgica. Nos países desenvolvidos, o aborto expontâneo afecta uma mulher grávida em cada dez. É precedido por contracções dolorosas na região pélvica e provoca perdas de sangue. Em cerca de 50% dos casos o feto apresenta malformações graves. Nestes casos o aborto expontâneo seria uma forma de selecção natural que elimina os fetos portadores de malformações incompatíveis com a vida.
Causas de um aborto expontâneo
I) o aborto manifesta-se com perda de sangue, dores pelvicas, dorsais e abdominais.

II) Sucessivamente o feto e a placenta são praticamente expulsos para fora do útero.

III) A expulsão do feto e da placenta raramente é completa, daqui a necessidade de uma raspagem do útero.

Numa gravidez normal situações traumáticas, tais como por exemplo acidentes rodoviários ou desportivos, são geralmente superados sem consequências negativas para a saúde da mulher e do feto.
Pelo contrário, uma capacidade de reacção semelhante resultaria reduzida pelo stress e pelo abuso de álcool e de tabaco, apesar destes dados não estarem devidamente confirmados.
Causas confirmadas de aborto expontâneo são porém:
--> as complicações de rubéola, icterícia, papeira, citomegalovírus e outras doenças infecciosas, sobretudo se são de origem viral;
--> as perturbações do metabolismo materno como a diabetes, algumas inflamações crónicas dos rins, ou ainda um desequilíbrio hormonal;
--> anomalias da cavidade uterina, prolapso uterino ou fibromas.
Também, a incompatibilidade do grupo RH entre a mãe e a criança era responsável por numerosos abortos expontâneos antes da introdução da vacina anti-rhesus.
Esta incompatibilidade é ainda a causa de muitos abortos expontâneos em numerosos países em vias de desenvolvimento.
Atenção: se entre a 5ª e a 10ª semanas surgir uma dor abdominal intensa e súbita, isso poderá sugerir uma gravidez ectópica. Como esta situação pode ser fatal, consulte de imediato o médico.
Terapia em caso de aborto expontâneo
Quando se deve consultar o médico?
Não existe tratamento para a ameaça de aborto expontâneo, mas a mulher deve sujeitar-se a uma análise por ultra-sons para determinar se a gravidez é viável.
Em caso de perda de sangue ou de contracções dolorosas da região pélvica é preferível consultar o obstreta.
Infelizmente, por vezes, não se manifesta nenhum sintoma e a expulsão do feto pode acontecer inesperadamente, geralmente enquanto a mulher urina.
No caso de abortos expontâneos recorrentes (pelo menos três seguidos), o tratamento deverá incluir:
--> um check-up completo tanto da mulher como do parceiro, analisando em especial alguma infecção latente nos órgãos reprodutores feminino e masculino;
--> programas de desintoxicação nutricional pré-concepcionais;
--> aconselhamento.
Mesmo quando uma interrupção é levada a cabo para pôr fim a uma gravidez não desejada, executada quer no início quer num estado mais avançado, o processo pode ser traumático para muitas mulheres. Deevm sugeitar-se a um programa de aconselhamento pós-aborto, ter apoio emocional por parte do parceiro e da família e repouso físico adequado.
O papel do médico:
O médico examina o útero e efectua uma ecografia. Em presença de um aborto pratica-se a raspagem do útero.
A raspagem do útero é quase inevitável depois de um aborto expontâneo, uma vez que os eventuais fragmentos de material fetal e placentário que ficaram no útero podem provocar uma grave infecção generalizada (septicemia).
Prevenção das complicações:
Infelizmente a raspagem do útero deve ser praticada sempre, depois de um aborto expontâneo.
O médico nunca pode ter a certeza que o feto e a placenta foram completamente expulsos; a sua presença no úetro provoca febre e inflamação que pode causar um choque séptico.
Se a mulher sofreu um aborto expontâneo não imputável a uma doença materna, não tem nenhum motivo de temer que esta situação se repita no futuro.
Muitas vezes, a segunda gravidez poderá ser levada até ao fim regularmente e a criança nascer perfeitamente normal.
Como evitar os abortos expontâneos
Antes de mais nada, devem eliminar-se todos os riscos do início da gravidez, detectando a tempo anomalias da cavidade uterina e fazendo-se vacinar contra a rubéola.
Durante a gravidez devem evitar-se o álcool e o tabaco.
A vacina anti-rhesus é indispensável em caso de incompatibilidade feto-mãe, para evitar interrupções da gravidez sucessivas.
Nota: Não se esqueça dos principais sintomas da proximidade de um aborto expontânteo:
--> contracções dolorosas na região pélvica( dores e cólicas abdominais ou lombares do tipo menstrual);
--> perda de sangue durante os primeiros 180 dias de gravidez ( hemorragias, coágulos ou um corrimento vaginal castanho-escuro).

11 comentários:

  1. Nossa, Km Mad, minha cunhada tem uma filha de 11 anos e resolveu ficar grávida. Antes se preparou, foi ao médico e depois de 4 meses sem tomar remédio, ficou grávida. No dia da revisão, que inclusive ia ver o sexo do beb~e, ela me ligou chorando, porque o médico disse que o embrião tinha parado de crescer. Fomos em outro médico, fizemos outra ultrassom e realmente, tinha perdido o bebê. E nem tinha sentido nada. Nada mesmo.
    Foi bem útil esse texto, vou mostrar para ela.
    Abraço,
    Lena

    ResponderEliminar
  2. Já passei por isso e sei que é uma barra. O pior é não saber o por quê.

    ResponderEliminar
  3. Deve ser a pior tragédia do mundo perder um filho...ainda mais para a mulher que ainda o perde em gestação.

    Abraço,

    =]

    -------------------
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. eu tenho 24 anos tive uma gravidez complicada minha filha nasceu de 7 meses , hoj ela tem 5 anos e estou tentando engravidar mas ja sofri 3 abortos ! tem soluçao para meu problema!?? alguem pode me ajudar ??

    ResponderEliminar
  5. Passei por isto há 5 meses, e o pior é que depois de 1 mes eu ainda achei uma gasinha dentro da minha vagina.até hj não tive coragem de fazer o exame preventivo fiquei traumatizada. Mas Deus me deu forças e me curou.

    ResponderEliminar
  6. eu tambem passei por isso, mas acho q perdi com 02 meses e só fui saber com 3 meses, pois sentia muita dor no ´´pé´´ da barriga e um corrimento castanho escuro, minha medica disse q era normal e por telefone disse pra tomar remedio para dor e aquelas pamadas ´´ginicologicas´´, so fui descobrir quando tive um pequeno sangramento e fui até o pronto socorro.Tive que fazer uma raspagem, mas estou bem e todo dia peço muita força a Deus para superar e se Deus quiser ficar gravida aqui 6 meses. Ha e hoje é meu aniversário 26 anos VCA...

    ResponderEliminar
  7. Pessoal realmente é uma barra, mas lembre-se

    Deus sabe o que faz!!! Força pra todas nós fiquem com Deus. beijos V.A

    ResponderEliminar
  8. olá, tenho 24 anos e á 4 meses tive um aborto, por causa de má formação. hoje estou gestante de novo de aproximadamente 5 semanas, tive dores no pé da barriga e uma secreção na cor castanho escuro, fui ao pronto socorro e disseram que era normal, fiz a ultra som, e não acusou o embrião, isso é normal para o tempo de gestação... eu e meu marido temos incompatibilidade de tipo sanguineo isso pode causar um aborto novamente? tenho que tomar essa vacina???

    agradeço..

    ResponderEliminar
  9. Oi pessoal e tive um aborto incopleto por causa da tiroide e eu nao sabia so descubri por q tive um sangramento fui ao hospital e fiz uma utra-vaginal e a medica disse q n tinha mas bebe q eu tinha soutado o bebe no sangramento n fiz coletagem ela falo q n precisava eu so tomei um remedio merthegim . eu fiquei muito triste eu tentei 6 meses pra fc grav mas deus sabe de todas as coisas eu vo tenta dinovo daqui 6 meses e com muita fe em deus eu vo te meu bebe.pra quem sofreu tambem isso confia em deus se ele prometeu ele vai cumpri.beijoo lena

    ResponderEliminar
  10. Olá eu tenho 21 anos e descobri q estava gravida com 7 semanas meu bebe tinha 9 milimetro ouvi o coraçaozinho e tudo depois comecei a tomar as vitaminas q a medica me receitou... no final da 11º semana comecei a sentir colica e quando ia no banheiro fazer xixi saia uma corimento rosado no papel fiquei preocupada e corri pra maternidade pra saber oq era o medico fez os exames q deu principio de aborto fui fazer a ultrasom o bebe nao tinha se desenvolvido so tinha 13 milimetros e o coraçao nao batia mais. Que tristeza so tive q tomar um remedio de 6 em 6 horas para q o organismo espelice naturalmente eu comecei a tomar na sexta do dia 12/10 no sabado fiquei normal uma colica fraca e sangramento medio na madrugada de sabado pro domingo nem consegui dormi era muiiiita dor e ia ao banheiro toda hora o absorvente enchia de ponta a ponta e a dor era horrivel de forte no domingo por volta do 12:00 fui tomar banho e senti uma coisa pesada quando fiz força caiu no chao uma coisa como se foce um figado de frango fiquei apavorada pois ali era a placenta com o feto ... mas nao perco as esperanças ainda serei mae esse ano ...

    ResponderEliminar
  11. meu bb estava com quase 7 semanas fiz repouso tomei remedios tudo q eu pude eu fiz mas nao adiantou na segunda feira fiz us e nao tinha mais batimentos cardiacos nao chorei tentei ser forte porq Deus sabe sempre oq e bom pra nos mas ontem quarta feira senti muitas colicas estava sangrando a dias ai quando eu fiu ao banheiro senti alguma coisa olhei co absorvente nao tinha nada mas com fiz um pouco de força meu bb saiu chorei muito muito mesmo foi a coisa mais triste do mundo nao quiz joga-lo no vaso sanitario nao achei dgno dele ele nao era nada pra se jogar fora desse jeito ele era meu filho e sem saber vi q ja o amava coloquei ele dentro de uma caxinha em forma de coraçao onde vieram nossas alianças e meu marido enterrou coloquei um nome nele pra ele saber q foi alguem pelo menos nos fica com Deus meu filho eu te amo demais. Benjamin *20/09/2012 + 30/10/12

    ResponderEliminar

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!