Benfica: momentos de glória

O último título do Benfica
O Benfica conquistou o seu último título no ano de 2004/05. Num campeonato atipicamente equilibrado, o Benfica foi a equipa que melhor resistiu aos momentos menos bons. Foi a equipa que soube preservar o direito de chegar aos jogos decisivos a depender apenas de si própria e, no tudo ou nada, conseguiu ser superior às restantes.
O título foi um prémio merecido para uma equipa que, durante todo o campeonato carregou um fardo extra face aos seus adversários: o de estar afastado do título de campeão desde a época 1993/94, com tudo o que isso significa numa instituição com a grandeza e o palmarés do Benfica.
O presidente, Luís Filipe Vieira deu o que podia ao então treinador, giovanni Trapattoni, esse vencedor compulsivo que não soube treinar sem ganhar e que, com mestria, tirou o que de melhor havia em Simão Sabrosa, Petit, Nuno Gomes, Miguel e Luisão. Treinador que soube, igualmente, de pôr Nuno Assis a render desde o jogo de estreia e ainda teve a coragem de apostar tudo num miúdo, Manuel Fernandes, que, além do importante contributo para a chegada à vitória final, se tornou numa mais-valia para o Benfica.
No entanto, não nos podemos esquecer ainda do importante contributo do trabalho psicológico realizado por Pedro Mantorras, que assim que esteve em condições - muito graças ao trabalho de Rodolfo Moura, o primeiro elemento de uma equipa técnica a ser campeão pelos três grandes do futebol português - surgiu "à Benfica".
Este artigo faz assim, uma justa homenagem à equipa do Benfica que foi, é, e continuará a ser decerto uma das maiores equipas de futebol em Portugal e no mundo inteiro. Também não nos podemos esquecer do forte apoio dos adeptos para as vitórias deste clube, uma vez que nos momentos decisivos, sócios e simpatizantes sempre souberam apoiar o clube duma forma ordeira e efusiva, tanto nos estádios como pelo país fora.
Porém, o campeonato de 2004/05 não foi um mar de rosas para o Benfica. Momentos houve em que, alguns jogos acabaram ao som de um imenso coro de assobios acompanhados de lenços brancos. Mas, o treinador e os jogadores sempre souberam lidar com essas situações menos agradáveis. Giovanni Trapattoni, no seu percurso de sucessos, habituou-se a conviver com a contestação dos adeptos das diversas equipas por onde passou. No estádio da Luz não foi diferente mas, ele manteve-se imperturbável. Jamais se desviou, um milímetro que fosse, da rota por si trilhada. Ninguém lhe tinha pedido para pôr o Benfica a jogar ao som de um violino. Foi de um título arredio há 10 anos que lhe haviam falado e nisso, ganhar títulos, ele sempre foi um mestre. Em termos de modelo táctico, Trapattoni colou o pragmatismo italiano às lusas virtudes. Um 4-2-3-1, que muitas vezes se transformou, com o desenrolar dos jogos, em 4-4-2, quando Mantorras era lançado para resolver o que parecia não ter solução, parece afinal, apesar de muitas contestações, ter dado resultados e, afinal o Benfica tornava-se novamente campeão nacional.
Os contributos de Simão Sabrosa e de Mantorras
O papel de Simão sabrosa foi e tem sido fulcral em todas as vitórias do Benfica. De facto, o Benfica parece não poder viver sem este jogador que, em muitos momentos se torna no melhor marcador da equipa, o que não deixa de ser notável para quem não é ponta-de-lança, nem tão pouco tem como zona de acção preferencial o interior da grande-área. O seu espaço de intervenção na manobra da equipa é muito mais alargado e abrangente, sendo o principal criador dos esquemas ofensivos.
Quanto a Mantorras, todos tremeram quando o jogador, mais uma vez se submetia a uma artroscopia. Era já a quarta vez que o jogador angolano era sujeito a uma intervenção cirúrgica. Chegou mesmo a temer-se que o jogador nunca mais voltasse a ser o mesmo, um verdadeiro artista da bola em estado quase puro. Mas, o jogador jamais virou a cara à luta e, de regresso à competição voltou a mostrar o seu talento, marcando alguns dos golos decisivos para a vitória final do Benfica.
As jornadas e a caminhada gloriosa
Jornada 1: Beira-Mar (2) Benfica (3);
Jonnada 2: Benfica (2) Moreirense (0);
Jornada 3: Académica (0) Benfica (1);
Jornada 4: Benfica (0) Sp. de Braga (0);
Jornada 5: V. Guimarães (1) Benfica (2);
Jornada 6: Benfica (0) FC Porto (1);
Jornada 7: Benfica (2) Nacional (1);
Jornada 8: Gil Vicente (1) Benfica (1);
Jornada 9: Benfica (4) V. Setúbal (0);
Jornada 10: Marítimo (1) Benfica (1);
Jornada 11: Benfica (3) Rio Ave (3);
Jornada 12: U. Leiria (1) Benfica (0);
Jornada 13: Benfica (2) Estoril (1);
Jornada 14: Belenenses (4) Benfica (1);
Jornada 15: Benfica (1) Penafiel (0);
Jornada 16: Sporting (2) Benfica (1);
Jornada 17: Benfica (4) Boavista (0);
Jornada 18: Benfica (0) Beira-Mar (2);
Jornada 19: Moreirense (1) Benfica (2);
Jornada 20: Benfica (3) Académica (0);
Jornada 21: Sp.Braga (0) Benfica (0);
Jornada 22: Benfica (2) V. Guimarães (1);
Jornada 23: FC Porto (1) Benfica (1);
Jornada 24: Nacional (0) Benfica (1);
Jornada 25: Benfica (2) Gil Vicente (09;
Jornada 26: V. Setúbal (0) Benfica (2);
Jornada 27: Benfica (4) Marítimo (3);
Jornada 28: rio Ave (1) Benfica (0);
Jornada 29: Benfica (1) U. Leiria (1);
Jornada 30: estoril (1) Benfica (2);
Jornada 31: Benfica (1) Belenenses (0);
Jornada 32: Penafiel (1) Benfica (0);
Jornada 33: Benfica (1) Sporting (0);
Jornada 34: Boavista (1) Benfica (1).
O Benfica consagrava-se assim campeão nacional de futebol pela última vez em 2004/05.
Nesta época 2006/07 ficou-se pelo terceiro lugar. Como será na época de 2007/08?

0 comments:

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!