Os riscos e as catástrofes naturais

A diferença entre risco e catástrofe
Todos os dias os telejornais abrem com notícias de catástrofes que provocaram várias vítimas ou causaram prejuízos avultados. Normalmente por ano ocorrem:
--> 12 milhões de tremores de terra, sendo que cerca de 100 tem efeitos devastadores para as sociedades;
--> 100 mil tempestades;
--> 10 mil inundações;
--> centenas de deslizamentos de terras e tornados;
--> e alguns furacões, fogos florestais, erupções vulcânicas, secas e tsunamis.

Fig. 1 - Os diferentes tipos de riscos.
É necessário não confundir um risco com uma catástrofe. O risco é a probabilidade de uma catástrofe ocorrer. Este risco resul­ta da conjugação da probabilidade do fenómeno se verificar e da vulnerabilidade das pessoas, dos seus bens, dos equipamentos e das infra-estruturas da região afectada.
Para que um aconteci­mento possa ser considerado uma catástrofe é necessário que o mesmo tenha uma certa amplitude (consequências devastadoras), um carácter súbito e que seja um fenómeno excepcional, ou seja, que não ocorra com frequência.
 
Obs. Para visualizar o resto deste artigo, por favor, clique no seguinte link:
 

16 comentários:

  1. Grande artigo com muita informação importante e útil.
    Um beijo,

    Milouska

    ResponderEliminar
  2. Os seus textos sempre são completos e muito informativos. Você merecia prêmio por ser tão cuidadoso com o que escreve.
    Eu só não sabia que haviam tantos tremores de terra anualmente. É bastante assustador. Quanto aos demais riscos, já imaginava a quantidade. O melhor de tudo foi a verdadeira aula que há muito tempo que não tinha. Obrigada.

    ResponderEliminar
  3. Oie!!!

    Ótimo texto, blogs tb é cultura.

    Até mais.

    ResponderEliminar
  4. Apesar de longo seu texto é muito informativo e esclarecedor. Com tudo que homem esta fazendo a natureza a tendência é aumentar cada vez mais os estragos destes desastres.
    Abraços

    ResponderEliminar
  5. Exelente o conteúdo do seu Blog.
    Poderia me informar onde captura as imagens que tão bem ilustram seus Posts?
    Ficaria agradecido se me "informares".
    Abraços.

    ResponderEliminar
  6. Que jóia, KM...uma pesquisa e tanto. Já peguei, para meusi filhos, qeu fazem o ensino médio.
    Nossa, uma aula pronta.

    Parabéns,

    Lena

    ResponderEliminar
  7. Meu caro os impactos das catastrofes naturais espantam até quem estuda isso a vida inteira!
    bom desculpa não deixar totalmente minha opinião, mas é porque vim aqui dizer que indiquei teu blog para um selo de qualidade. Bom meu caro, Parabéns e Obrigado pelo blog

    ResponderEliminar
  8. Sua pesquisa e o seu texto estáo muito bons. parabéns.

    ResponderEliminar
  9. Excelente artigo, as pessoas não acreditam que a natureza ainda vai dar uma resposta a altura, contra tudo que o homem já vez com ela.

    ResponderEliminar
  10. Tem um prémio para si no meu blog. ;)

    ResponderEliminar
  11. Otimooooo seu textoo, eu que eu precisoo agora, e outros vão precisar pra poder fazer trabalhos de escolaas e etc.. PARABÉÉNS!

    ResponderEliminar
  12. Adorei! AJudou-me num trabalho de Geo!

    ResponderEliminar
  13. Adorei, ajudou-me bastante!!

    ResponderEliminar

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!