Saiba como parar de ressonar

Ressonar: o inimigo das noites tranquilas
Reza a lenda que um pistoleiro texano, obrigado a su­portar os roncos incessan­tes que vinham do quarto do la­do, disparou através da parede e matou o culpado no seu sono. Se este incidente é apócrifo, pe­lo menos o seu móbil é-nos fami­liar. Incontáveis horas de sono têm sido perdidas em quartos de dor­mir, quartéis e dormitórios, cau­sando tensão nos relacionamentos - e coisas piores. O ressonar tem sido associado à apneia do sono, uma perturbação respiratória rela­cionada com a hipertensão arterial, o stress cardiovascular, as en­xaquecas, a depressão e o cansaço.
O ruído dos roncos é simples­mente causado pela vibração dos tecidos moles da zona posterior da garganta. Geralmente, há três fac­tores que provocam essas vibrações: diminuição da tonicidade muscu­lar, obstrução da passagem do ar nas vias respiratórias (nas crianças, por exemplo, o ressonar é quase sempre imputado a um inchaço das amígdalas e dos adenóides) e difi­culdade de respirar pelo nariz.
O primeiro factor - diminui­ção da tonicidade muscular - explica por que o ressonar ocorre so­bretudo durante as fases de sono mais profundo, quando os músculos da garganta ficam relaxados: a língua descai então para trás e desencadeia as vibrações. Conhecendo a lei da gravidade, compreende-se facilmen­te que o ressonar seja mais frequente quando se dorme de costas.
O segundo factor - obstrução da passagem do ar - poderá por vezes ser atribuído à hereditarieda­de. Enquanto a dimensão média da úvula (uma estrutura carnuda, em forma de lóbulo, que pende da par­ te posterior da garganta, popular­ mente conhecida por campainha) é de cerca de 6 mm, algumas pessoas chegam a tê-la quatro vezes maior. Existem ainda outras características que podem exacerbar o ressonar. Os obesos têm três vezes mais propen­são para ressonar que os magros (a corpulência manifesta-se em todo o corpo). Por fim, a garganta dos fumadores é irritada diariamente, o que provoca o inchaço das membra­nas mucosas e, consequentemente, estreitamento da passagem do ar.
O terceiro factor - dificuldade de respirar pelo nariz - pode ter vá­rias causas, como sejam congestio­namento, febre-dos-fenos, pólipos e desvio do septo nasal. Em alguns casos, pode ocorrer um bloqueio total da passagem do ar nas vias respiratórias durante o so­no, provocando uma paragem res­piratória temporária, após a qual o indivíduo desperta parcialmente, pa­ra recuperar o fôlego, e volta a ador­mecer. E o processo vai-se repetindo. Conhecido como apneia obstru­tiva do sono, esta afecção pode cau­sar graves problemas cardíacos e pul­monares e a morte.
Uma «cura» para o ressono, mui­to popular durante a Guerra da Se­cessão dos Estados Unidos, consis­tia em costurar uma pequena bala de canhão na parte de trás do pija­ma do roncador. Hoje em dia, con­tinuam a aparecer algumas variações deste tipo de estratagema, que visa dissuadir o ressonador de se deitar de costas, mantendo assim a língua no lugar e as vias respiratórias desimpedidas. Em 1900, Leonidas Wil­son patenteou uma espécie de ar­nês de cabedal que ajudava a man­ter um acessório multidentado en­tre as omoplatas do portador. Outros dispositivos contra o ressonar incluem todo o tipo de coletes-de­-forças e de arneses restritivos, ba­seados no mesmo princípio.
Hoje em dia, o método em voga consiste num bolso costurado na par­ te de trás do casaco de pijama, con­tendo uma bola de ténis (em vez da bala de canhão). A mensagem é igual à da cotovelada do cônjuge ou à do sapato atirado pelo ar através de uma camarata: «Vira-te!» Nalguns casos, estes métodos funcionam, mas também é verdade que muitos roncadores «entoam» as suas serenatas nocturnas tanto de costas como de lado. Para eles, faz-se publi­cidade a inúmeros tratamentos «mi­lagrosos» e curas «garantidas». Alguns merecem ser experimentados. Porém, antes de se comprar uma des­sas engenhocas dispendiosas, re­comenda-se que se consulte o médico de família ou um otorrinolaringo­logista.
Também se aconselha que se tomem as seguintes medidas para reduzir ou eliminar os factores que contribuem para o ressono:
1. Reduza o peso e tonifique os músculos.
Alguns médicos especialistas do sono ensinam exercícios para tonificar os músculos do apare­ lho respiratório superior. A sua efi­cácia, no entanto, não está compro­vada.
2. Evite tomar sedativos ou re­laxantes musculares antes de se dei­tar.
São eles o álcool, os anti-hista­mínicos, que provocam sonolência, e, ironicamente, os soporíferos.
3. Durma num quarto fresco e arejado, sobre um colchão firme e use uma única almofada.
Se dormir sobre várias almofadas, poderá ficar dobrado na zona do pescoço ou da cintura e reduzir a sua capacidade respiratória. Pelo contrário, alguns especialistas aconselham que se co­loquem tijolos sob os pés da cabe­ceira da cama para ajudar a desobstruir as passagens nasais conges­tionadas;
4. Consulte um alergologista.
A solução para o seu caso poderá ser a simples substituição de uma almo­fada de penas por uma sintética.
5. Deixe de fumar.
6. Procure usar durante a noite um aparelho ortodôntico que puxe o maxilar para a frente e mantenha a língua no lugar.
Um dentista poderá ajustar o aparelho, de forma a redu­zir a obstrução da passagem do ar nas vias respiratórias superiores. Pira além destas medidas, pode recorrer-se à cirurgia para remover um pólipo, endireitar o septo nasal ou desbastar o excesso de tecidos da garganta, de forma a alargar as vias respiratórias.
Enquanto muitos de nós não pas­samos de ressonadores ocasionais, outros há que são verdadeiros cam­peões. O actual recorde mundial do mais alto ressono pertence ao inglês Melvin Switzer. A 30 de Outu­bro de 1992, atingiu um máximo de 91 decibéis - mais ruidoso do que uma potente máquina de cortar rel­va. A sua mulher, Julie, é surda de um ouvido.

3 comentários:

  1. Rapaz, conheci uma pessoa que roncava tão escandalosamente alto que não conseguia mais dormir! Rsrsrs...Vai roncar assim lá em Alagoas!

    ResponderEliminar
  2. É bastante verdadeiras todas as dicas ai clocadas ,inclusive algumas eu botei em prática e ajudam bastante dependendo da fisiologia da pessoa.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Po a gente que tira sono so de le ver a roncar então ai estão as dicas para serem praticadas

    ResponderEliminar

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!