Câncer/cancro da próstata

O que é o cancro da próstata?
O cancro da próstata é o tumor mais comum entre os homens. este cancro desenvolve-se em geral muito lentamente e provoca distúrbios só tardiamente, quando se torna volumoso e faz uma pressão sobre a uretra, provocando incontinência e dificuldade de micção.
É raro que o cancro da próstata surja antes dos quarenta anos, e o risco aumenta com a idade.
Quais são as causas do cancro da próstata?
As causas deste cancro não são conhecidas. supõe-se no entanto que exista uma certa predisposição hereditária.
Terapia do cancro da próstata
Quando se deve consultar o médico?
Precisa consultar o médico quando a necessidade de urinar se torna demasiado frequente (polaciúria), em caso de dificuldade de micção ou de problemas de incontinência.
Outro sintomas que podem induzir-nos a consultar um especialista são dores abdominais, fadiga, falta de apetite, emagrecimento, dorsalgia (dores nas costas) e hematúria (sangue na urina).
O que faz o médico?
O médico vê o doente e palpa a próstata introduzindo um dedo no recto, para verificar se esta apresenta um volume ou uma consistência anómala.
Uma biopsia, com colheita de células da próstata por via endoscópica, permite identificar o tipo de afecção através de análises específicas de laboratório.
Uma colheita de sangue e uma radiografia do esqueleto e dos pulmões servem para identificar eventuais metástases. O resultado de todos estes testes permite decidir a terapia a seguir.
Qual é a terapia para o cancro da próstata?
Existem várias terapias para o cancro da próstata. A administração de estrogénios de síntese, as chamadas hormonas "feminizantes", produz frequentemente uma regressão do tumor.
Quando se torna necessária uma intervenção cirúrgica, isso comporta normalmente a remoção da próstata. A operação é seguida de um tratamento radioterápico ou com anticancerígenos.
Os tumores da próstata são quase sempre benignos e não se desenvolvem senão passados alguns anos. Em geral, é suficiente curar os sintomas, por exemplo com analgésicos.
O tratamento sintomático pode-se combinar perfeitamente com uma terapia à base de hormonas, de anticancerígenos ou com radioterapia.
Quando o paciente apresenta dificuldade de micção, o médico pode proceder à remoção da parte da próstata que faz pressão sobre a uretra (ressecção transuretral da próstata).

Qual é a evolução do cancro da próstata?
O cancro da próstata fica frequentemente silencioso por diversos anos para vir a ser descoberto durante uma anormal visita de controlo, antes que se manifeste qualquer sintoma.
Micções frequentes, dificuldade em esvaziar a bexiga, problemas de incontinência, são as primeiras manifestações da doença.
Outros sintomas podem incluir anemia, sensação de fadiga, perda de apetite e de peso.
O cancro da próstata pode produzir metástases noutros órgãos e às vezes não é diagnosticado antes destas metástases se formarem. Neste caso, as possibilidades de cura são muito reduzidas.
O cancro da próstata é no entanto uma forma tumoral bastante benigna.
O seu crescimento é lento e quando é diagnosticado precocemente as possibilidades de cura são elevadas.
O cancro da próstata é perigoso?
Todas as formas de cancro são perigosas e no entanto nunca se pode garantir a cura completa no fim da terapia.
Veja Também: (Clique aqui)

0 comments:

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!