O desenvolvimento da personalidade

Personalidade: uma questão de identidade
(Cada um é como cada qual)
PERSONALIDADE é um conceito amplo e abrangente. É a organização permanente das predisposições do indivíduo dos seus traços característicos, motivações, valores e modos de ajustamento ao ambiente.
O desenvolvimento da personalidade é um processo complexo porque depende de quatro tipos de factores:
O 1º - factor é o biológico no qual se incluem a dotação genética, temperamento, aparência física e taxa de maturação.
O 2º - factor é a participação num grupo cultural. Em cada cultura há características que são adquiridas pelas crianças desde muito cedo.
O 3º - factor é a socialização isto é as experiências da criança com os outros, sobretudo os membros da família A personalidade é sobretudo o produto da aprendizagem social, dos modos de vida dos pais.
O 4º - factor é a situação de vida que a criança vive que pode concorrer para que manifeste cansaço, frustração, ansiedade, calma, bom humor; as recompensas ou castigos que recebe influenciam muito. Ex: se uma criança barulhenta e agressiva for educada na escola por professores metódicos e exigentes mas amáveis as atitudes da criança modificam-se. Os colegas podem, também, ajudar a mudar a sua personalidade.
GRANDES ETAPAS DE CONSTRUÇÃO DA PERSONALIDADE
INFÂNCIA
1.ª Infância - corresponde a um período em que em virtude da sua imaturidade biológica e psicológica a criança depende integralmente do adulto.
2.ª Infância - maior autonomia psicomotora e aparecimento do pensamento e da linguagem. Do ponto de vista afectivo já existe uma diferenciação entre o Eu e o Outro o que permite o aparecimento de relações qualitativamente diferenciadas.
3.ª Infância - corresponde aos primeiros anos escolares onde a aprendizagem e o conhecimento ocupam um papel de destaque. O pensamento toma-se racional. Ao nível das relações sociais e afectivas dá-se um alargamento para objectos extra familiares.
ADOLESCÊNCIA - período de grande relevância para a construção da identidade.
VELHICE - diminuição progressiva de algumas capacidades. Balanço final e preocupação com os outros.
Paradigmas que fazem abordagens sobre o desenvolvimento
(cada um dos paradigmas corresponde a um nível particular de explicação, eles são complementares).
O PARADIGMA - (estímulo - resposta)
- o meio ambiente é o factor principal no desenvolvimento;
- o desenvolvimento é feito por associações;
- preocupa-se com as razões imediatas do comportamento (qual foi o estímulo que deu origem à resposta);
- defende a aprendizagem por observação de modelos: atenção, motivação, retenção e reprodução.
O PARADIGMA PSICODINÂMICO/PSICANALÍTICO
- as relações pais/filhos são determinantes na construção da personalidade;
- o desenvolvimento faz-se por fases ou etapas: Oral, Anal, Fálica, Latência, Genital (segundo Freud).
- a realidade psíquica pode não ser igual ao real.
- Erikson defende que existem 8 etapas de vida a que chama crises;
O PARADIGMA ETOLÓGICO
- o desenvolvimento é uma adaptação ao meio; se não há alteração ao meio então não há bom desenvolvimento;
- defende que muitos comportamentos herdados são o resultado da evolução da espécie ao longo de milhares de anos;
- existe a formação de laços vinculativos que são indispensáveis na infância para que a espécie possa sobreviver;
O PARADIGMA COGNITIVO DESENVOLVlMENTISTA - (Segundo Piaget)
- o desenvolvimento dá-se por etapas que são fixas e universais;
- o ritmo das etapas é condicionado pelas experiências de vida e pelas características socioculturais onde se vive;
- não se pode passar para outra etapa sem a anterior estar concluída, não há saltos.
O Crescimento - traduz um aumento quantitativo (número de células).
A Maturação – significa um processo em termos qualitativos.
A Aprendizagem - corresponde ao aparecimento de novos comportamentos através da experiência.
O Desenvolvimento - é um processo que engloba os três conceitos anteriores e é influenciado por factores biológicos e ambientais.
O que acontece quando o desenvolvimento não acontece de modo normal:
Problemas Instrumentais
- actividade corporal – ex: atraso no crescimento, tiques, instabilidade motora, etc.
- linguagem e da fala – ex: problemas de articulação, gaguez, perturbações fonéticas, etc.
Problemas Funcionais
- sono – insónias, problemas em adormecer, pesadelos, terrores nocturnos, etc.
- nutrição – cólicas, vómitos, anorexias, bulimias, etc.
- controlo dos esfíncteres – eneurese diurna ou nocturna, obstipação, etc.
Problemas Afectivos
- ansiedade e neurose – fobias, perturbações de ansiedade ou de pânico, obsessões, etc.
- humor – estados depressivos, maníacos ou estados mistos, etc.
Problemas de Comportamento
- antissociais – perturbações de oposição, perturbações da conduta, etc.
- suicídio – tentativas de…, formas de comportamento de …
- toxicomanias – alcoolismo infantil ou juvenil, heronania, etc.
ELE E EU… NÃO É ESTRANHO?
Quando ele não acaba o seu trabalho, digo: é preguiçoso. Quando eu não acabo o meu trabalho, digo: estou muito ocupado.
Quando ele fala de alguém, é maledicência. Quando - eu falo de alguém, é crítica construtiva.
Quando ele mantém o seu ponto de vista, é teimoso. Quando eu mantenho o meu ponto de vista, sou firme. Quando ele não me fala, é uma afronta. Quando eu não lhe falo, é simples esquecimento.
Quando ele demora muito tempo a fazer qualquer coisa, é lento. Quando eu demoro muito tempo a fazer qualquer coisa, sou cuidadoso.
Quando ele é amável, tem uma segunda intenção. Quando eu sou amável, é porque sou virtuoso.
Quando ele vê os dois aspectos de uma questão, é oportunista. Quando eu vejo os dois aspectos de uma questão, sou largo de espírito.
Quando ele é rápido a fazer qualquer coisa, é descuidado. Quando eu sou rápido a fazer qualquer coisa, sou hábil.
Quando ele faz qualquer coisa sem lhe pedirem, mete-se no que não lhe diz respeito. Quando eu faço alguma coisa sem que mo peçam, tenho iniciativa.
Quando ele defende os seus direitos, tem mau feitio. Quando eu defendo os meus direitos, mostro que tenho carácter.
SIM… É MUITO ESTRANHO! (Y. Blondel)

3 comentários:

  1. post exclarecedor!


    legal seu blog =)

    ResponderEliminar
  2. Kmmad
    Como faço para colocar teu blog no meu para direcionar teus post sem ficar te copiando?
    Menino, suas notícias são maravilhosas, oportunas, acessiveis, etc.
    Abraço
    Socorrinha

    ResponderEliminar
  3. Adorei o post em especial o texto final...

    Será que eu teria permissão pra levar o texto pro Bonde?

    Beijos!

    ResponderEliminar

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!