A Lenda do Urutau

Uma das mais belas lendas do folclore brasileiro é a do Urutau.
O Urutau é um pássaro solitário e de hábitos nocturnos que dificilmente se deixa ver.
Este pássaro habita na região norte e nordeste da Argentina, nas matas do Paraguai, no Norte do Uruguai e do Brasil, onde lhe são atribuídos vários nomes: Jurutaui na região amazónica; Ibijouguaçú entre os Tupis e Mãe-da-Lua entre os mineiros. Estas designações correspondem a diversas regiões linguísticas: à dos tupis e guaranis e à do idioma quichua.

Pousado na ponta de um galho seco, fitando a lua e estremecendo a calada da noite, emite um canto bruxuleante que mais parece um lamento humano. Tem uma cabeça chata, olhos grandes e muito vivos, a boca rasgada de tal forma que os seus ângulos alcançam a região posterior dos olhos. A sua cor parda em tons de canela com riscas transversais e escuras permite-lhe adaptar-se perfeitamente ao galho da árvore, passando completamente despercebida. Este seu disfarce associado a uma perfeita imobilidade protegem-na dos seus predadores e permitem-lhe caçar as suas presas (besouros e borboletas) com uma grande facilidade.

O seu grito é, provavelmente, o mais pavoroso de quantos se conhecem no mundo das aves.

Em forma de "hu-hu-hu", que se faz ouvir após o anoitecer, procura, a solidão mais espessa dos bosques, de onde faz desprender a sua voz cheia de lamentos. Para muitos, a sua voz é semelhante ao clamoroso lamento de uma mulher que termina com amortecidos "ais". O seu canto provoca, portanto, espanto e piedade aos que possam ouvi-lo e é também fantasmagórico. "Meu filho foi, foi, foi" - interpreta o povo.

A par da voz queixosa e plangente, uma quase invisibilidade, confere-lhe o carácter de um ente misterioso. Muitos não o tomam por uma verdadeira ave, mas sim por um ser fantástico, inacessível à mão e aos olhos humanos. Já outros, porém, não duvidam de sua existência, mas consideram-no como um ente enigmático e superior, dotado de muitas qualidades fora das leis naturais, entre elas, o preservar das seduções e a pureza das jovens moças.

Conta-se que antigamente, matavam para esse fim uma dessas aves e tirava-se a pele que era, posteriormente, seca ao sol. Esta servia para os pais sentarem as suas filhas, nos três primeiros dias a partir do início da puberdade. No términus desse tempo, as jovens saíam "curadas", isto é, invulneráveis às tentações das paixões desonestas que as pudessem atrair. As qualidades sobrenaturais deste pássaro destacam-se nas crendices populares. As penas e a pele do urutau são para muitas pessoas bastante milagrosas. Assim, se para muitos o Urutau é, muitas vezes, associado a maus presságios, para outros e, segundo a mitologia Tupi-Guarani, trata-se de uma ave benfeitora (abençoada).

Conta a lenda que Nheambiú, uma bela moça, filha do Tuxaua da nação Guarani, se apaixonou profundamente por um bravo guerreiro Tupi chamado Cuimbaé, que havia sido feito prisioneiro pelos Guaranis.

Nheambiú pediu aos seus pais que consentissem no seu casamento com Cuimbaé. Porém, esse e os posteriores pedidos foram terminantemente negados, com a alegação de que Cuimbaé era um Tupi, ou seja, um inimigo mortal dos Guaranis.

Não suportando mais o sofrimento, Nheambiú desapareceu da Taba, causando um enorme alvoroço.

O velho cacique mobilizou então todos os seus guerreiros para que procurassem, por todo o lado, a sua preciosa filha.

Após uma longa busca, a jovem foi encontrada no coração da floresta, paralisada e muda, como uma estátua de pedra. Ao vê-la, o pai sacudiu-a, mas ela não deu nenhum sinal de vida.

Então, o seu pai mandou chamar o feiticeiro da tribo, que a examinou dizendo o seguinte ao cacique: - Nheambiú perdeu a fala para sempre; só uma grande dor poderá fazer Nheambiú voltar ao que era.

Então começaram por informar a jovem índia de todas as notícias mais tristes possíveis: a morte do seu pai e a de todos os seus amigos.

No entanto, nada surtiu efeito. A jovem continuou inabalável e intacta.

Então o pajé da tribo aproximou-se e disse: - Cuimbaé acaba de ser morto.

Nesse mesmo instante, o corpo da jovem moça estremeceu todo e ela, soltando repetidos lamentos acabando por desaparecer da mata.

Todos os que ali se encontravam, cheios de dor, acabaram transformados em árvores secas, enquanto Nheambiú se transformou num Urutau ficando a voar, noite após noite, pelos galhos daquelas árvores amigas, chorando a perda do seu grande amor.

Dizem que foi dessa lenda que se originaram algumas superstições populares relativamente ao Urutau.

Uma dessas lendas, fala-nos de Jouma, um cacique dos Mocovies (Guaranis) que , surpreende a Marramac, nos braços de um estrangeiro e o mata com flechas. Porém, perde posteriormente a razão e transforma-se num Urutau.

Segundo uma outra versão, o Urutau é um menino, órfão de pai e mãe, que passa a vida muito triste, chorando a perda dos seus progenitores. Fita o Sol e a Lua e, quando os astros desaparecem, não faz mais do que lamentar-se.

Contava uma lenda também, que o urutau foi uma pessoa que não quis visitar o Menino Jesus, e por isso hoje chora arrependido de Novembro a Janeiro.

Outra lenda diz que "carta de amor escrita com pena de Urutau tem sempre resposta favorável".

Já outra diz que a pele dessa ave preserva as donzelas dos deslizes e as protege contra os alheios de intenções menos honestas.

Devido à sua existência misteriosa, o Urutau além das lendas era objecto de práticas supersticiosas. Os Guaranis acreditavam que partindo-se as asas e as pernas do pássaro durante a noite, no dia seguinte ele amanhecia perfeito. Segundo algumas crendices indígenas, esta ave nocturna revestia-se de atribuições que são inerentes ao Cupido. As penas do Urutau eram eficazes talismãs de amor. Assim sendo, aquele que conduzir uma de suas penas, atrai a simpatia e o desejo do outro sexo; que se consegue qualquer pretensão com a escrita com uma de suas penas. Acreditava-se ainda, que as suas penas e as suas cinzas eram remédios contra doenças.

Há também quem diga que, na Amazónia, há o costume de varrer o chão, sob o véu das noivas, com as penas da cauda do Jurutauí (designação pela qual o Urutau é conhecido nesta região), a fim de se garantir para as futuras esposas todas as virtudes do mundo.

Outra das crenças mais curiosas no poder sobrenatural do Urutau é a que faz referências àsua posição face ao ciclo solar. Quando o sol nasce o pássaro volta a sua cabeça para ele e acompanha-o no seu percurso. Quando o astro caminha para o Poente, começa então a entoar o canto dolorido "U - ru - tau". Conta-se também que, Couto de Magalhães elevou o Urutau à categoria dos deuses, reservando-lhe o segundo lugar da sua teogonia Tupi. Todas essas considerações, entretanto, levam-nos a classificar o Urutau como um pássaro feérico (mágico), que existe por direito próprio. O Urutau é um pássaro que pertence à Ordem dos Caprimulgiformes, família dos Nyctibiidae. No Brasil, ocorrem as seguintes espécies: Nyctibius grandis (Urutau, Mãe-da-Lua Gigante); Nyctibius griseus (Urutau) e Nyctibius aethereus (Mãe-da-Lua Parda).
Veja também: (Clique aqui)

28 comentários:

  1. Àqueles que se interessarem por registros fotográficos do URUTAU, requisitar envio de arquivos disponibilizando seus respectivos e-mails. Trabalho em Macaé e ontem fiquei surpreso e ao mesmo tempo muito feliz com a aparição da referida ave em pleno dia ensolarado num dos mourões que cercam a propriedade da empresa que trabalho. Sou biólogo e sempre tive interesse em animais raros e curiosos como este.
    Saudações,
    Márcio Cabral
    Biólogo
    CRBio 60.512

    ResponderEliminar
  2. Eu participo de um trio de choro que se chama Urutau, e gostaria muito de ver suas fotos.
    Obrigado.

    ResponderEliminar
  3. Recentemente fiz uma postagem sobre o Urutau.
    Após uma boa pesquisa, indiquei em um link o seu StreS’sNet. pela importância das informações em relação às lendas.
    Agradeço muito.
    Realmente, não existe uma ave como o Urutau e pude notar que pouquíssimas pessoas sabem dessa ave.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Esse passaro é o rei da camuflagem, dá para confundir com o galho de uma árvore. Abraços

    ResponderEliminar
  5. Márcio
    Gostaria muito de receber estas fotos. Moro numa chácara entre morros, matas e riachos. Escuto nas noites de lua o urutau, mas não consigo vê-lo, por isso acho ele mágico. Obrigada. Angela de Paula . angela_paula_48@hotmail.com

    ResponderEliminar
  6. aqui na minha cidade, ha mais ou menos 15 dias, dois Urutaus sao a sensação em uma pista de caminhada. Um grnde e um filhote! Tive a oportunidade de ver e ler sobre e conclui... É FASCINANTE! É maia uma vez, a prova de Divindade! Sou de Pedro Leopoldo / Minas Gerais

    PEDRO MESQUITA

    ResponderEliminar
  7. achei um urutau em minha casa em Inoã, Marica, Rj liguei para os bombeiros e eles vieram pegar. Fiquei feliz por uma ave tão rara aparecer em minha casa. Procuramos tudo para ver se achavamos a mãe pois parecia um filhote.Tirei varias fotos.

    gloria Cardozo

    ResponderEliminar
  8. Em 1994,encontrei um estranho filhotinho de ave abandonado muito próximo à uma boca-de-lobo com um temporal de verão prestes a desabar.Era muito pequeno e ainda com a penugem pós-nascimento.Levei para casa com o firme propósito de salvar aquela vidinha encontrada de forma tão inusitada.No dia seguinte,contatei veterinários especialistas em aves silvestres,já que o filhote era a meu ver,um misto de gavião e coruja,enfim,não conseguia identificar a espécie.Os veterinários consultados também não,mesmo com as informações que lhes passava,mesmo assim fui alimentando-a com insetos,pequenas minhocas,etc...e ele foi crescendo saudável e muito rápido,até que numa tarde,ao ligar a tv,estava passando o final de uma entrevista com a Dra Elizabeth Höfling,pesquisadora do Instituto de Biociências da USP.Enviei uma carta com fotos,pedindo orientação e identificação da espécie,a resposta veio rápida:era um filhote de urutau.Lendo esta matéria,posso confirmar por experiência própria,que a espécie tem "algo a mais" por sua doçura,fidelidade e carisma.Embora tendo sido criada livre e integrada à natureza,permaneceu comigo até o fim.É muito importante que jamais tirem os filhotes de suas mães pois requer cuidados especiais,até por ser uma espécie de hábitos noturno.Este foi um caso especial que aconteceu de forma inusitada.

    ResponderEliminar
  9. Na minha cidade o urutau, vem a noite e no inverno numa arvoré grande e seca.

    ResponderEliminar
  10. na minha propriedade esta ocorrendo uma fato inusitado pela segunda vez...
    o surgimento desta ave tao mistica...
    na primeira vez ela se reproduziu em uma arvore em frente a porta d minha residencia, e desta vez em uma arvore na entrada d minha moradia...
    estou feliz, me sinto lisongiada d estar podendo acompanhar de perto a reprodução desta ave rara.

    ResponderEliminar
  11. Tem um urutao em fente a minha casa, canta todas as noites. Eu deixo a luz da frente acesa durante a noite, isso atrai muitos insetos que acabam sendo o cardápio noturno do passaro, quez vez por outra vem voando com sua imensa boca aberta comendo os insetos. Me sinto privilegiado com sua visita.

    ResponderEliminar
  12. Encontrei esse belo pássaro pousado em uma coluna de concreto em uma praça japonesa ao lado do museu histórico de Londrina no dia 21/09/12, em plena luz do dia, 15h aproveitei e tirei várias fotos do mesmo e ele pemaneceu parecendo fazer pose. Tarcizo

    ResponderEliminar
  13. meu filho viu (ontem a noite um urutauemsua casa na granja viana SP.

    ResponderEliminar
  14. Na industria na eu trabalho apareceu um urutau no aultimo domingo,e desde de então ele permanece la ora ele voa e as vezes fica imovel ate alguém mexer com ele.

    ResponderEliminar
  15. Desde a segunda-feira temos um filhote de urutau num galho seco de sibipiruna, localizada no patio interno do colegio, no centro da cidade. É lindo!

    ResponderEliminar

  16. minha profressora recebeu a mistica visita de um urutau no sitio dela e cada dia ela esta mais feliz por observar essa misteriosa ave fantastica.

    ResponderEliminar
  17. Na propriedade de meu Pai apareceeu um urutau e se procriou é muito bonito faz um mês que estão lá .

    ResponderEliminar
  18. Fico muito feliz quando encontro qualquer matéria sobre Urutau.Leio todas.Já publiquei poemas e come- ntariona net.No natal passado,[2012]estava em Araxá,na casa de uma irmã,lá reunimos umas 20crianças,então fiz uma musiquimha sobre Urutau; Eu sou um picapau,não sou um urutau,o urutau é um bicho feio que mora pau,Foi lindo, até criancinha aprendeu.Pena que ainda não conheço o bichinho.
    sEBASTIAO EUDOXIO JUIZ DE FGORA M.G.

    ResponderEliminar
  19. Vi ver essas fotos pois um dia desses um urutau ficou o dia inteiro em uma praça em frente da minha casa nunca tinha visto um!! Ele e bem camuflado!!! e com um canto triste!

    ResponderEliminar
  20. Maria Eterna
    Ví pela primeira vez, esta ave misteriosa e quieta
    camuflada no topo de uma árvore, com um filhote.
    Nos tres dias que estive lá ela permaneceu no mesmo
    lugar, meu cunhado a identificou como Urutau. Sítio
    em Esmeralda MG. Estou fascinada.

    ResponderEliminar
  21. Aqui em Piraju tive a felicidade que encontrá-lo no dia de meu aniversário, agora resta saber se ele permanecerá no mesmo galho ou se ele muda de lugar. Gostaria de ter essa informação de pessoas que estudam a espécie ou que já fotografaram ela. meu e-mail zecagarcia51@gmail.com. Quem quiser encontrá-la será um prazer acompanha-los até essa linda ave. foto: http://www.wikiaves.com.br/889040&p=1&t=u&u=7365 e no facebook https://www.facebook.com/photo.php?fbid=346692368773392&set=a.100851770024121.1340.100002978943149&type=1&theater

    ResponderEliminar
  22. Ontem à noite aparaceu um urutau no quintal de casa, meu marido pegou-o e colocou no dedo como se fosse um puleiro. Aparentemente ele não estava machucado mas parecia não querer ir embora. Tentamos varias vezes fazer com que ele voasse e ele sempre voltava. Por não saber exatamente o que fazer ja que precisavamos dormir para trabalhar no dia seguinte acabamos por colocá-lo no galho de uma árvore.

    ResponderEliminar
  23. Desde criança eu ouvia o canto do urutau no sudoeste da Bahia eu ficava com medo,mais ao mesmo tempo fascinado com seu canto as noites que que ele cantava eu ficava acordado até altas horas da madrugada ouvindo a cantar. O intervalo de seu enigmático canto é em torno de 2min.Hoje moro na selva de pedra de São Paulo e o canto do urutau é uma das maiores saudades que sito da Bahia. Meu nome é Weliton Cerqueira dos Santos

    ResponderEliminar
  24. Desde criança eu ouvia o canto do urutau no sudoeste da Bahia eu ficava com medo,mais ao mesmo tempo fascinado com seu canto as noites que que ele cantava eu ficava acordado até altas horas da madrugada ouvindo a cantar. O intervalo de seu enigmático canto é em torno de 2min.Hoje moro na selva de pedra de São Paulo e o canto do urutau é uma das maiores saudades que sito da Bahia. Meu nome é Weliton Cerqueira dos Santos

    ResponderEliminar
  25. Existe um pássaro desses aqui na minha cidade Entre Ijuis RS

    ResponderEliminar
  26. Essa madrugada ouvi um Urutau aqui perto de casa, em Herval d'Oeste-SC, estava c uma terrível insonia e ouvia esse canto um tanto quanto assustador. Fui até o quarto de minha mãe e comentei com ela, então me falou que se tratava do pássaro da morte bom, não compreendi mas liguei o canto a morte da mãe de uma amiga neste mesmo dia. Acordo as 6 da manha e vou ler as notícias locais e na mesma hora que o Urutau cantou um homem foi baleado perto de casa, na escola em que frequentei...estranho isto não???

    ResponderEliminar

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- O seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar a sua URL, comente usando a opção OpenID.

O estado do tempo

Tempo Lisboa

Veja também outros links:

Parceiros

Tedioso: Os melhores links Uêba - Os Melhores Links À toa na Net Seus links em um só lugar!
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!